o dia que não peguei um cara em um bloco de pré-carnaval

Foi no belo ano de 2011, onde eu explicava as belezas de Valesca Popozuda para as minhas amigas e elas respondiam com um olhar de “ah”.

Eu estava esperando o pessoal chegar no largo da ordem para o bloco.Antes de ter o bloco, pela manhã, tem uma feira no largo. entre a feira e o bloco, as barraquinhas ficam lá, servindo de sombra ou guarda-chuva.

Comecei a conversar com um cara que era meu ideal de homem: chapéu de palha, capa de chuva, barba por fazer e bebendo pinga num pote de conserva de pepino. Conversa vai, conversa vem, ele manda a real e diz que não vai me pegar. Como não vai? logo nesse domingo que eu acordei cheia de tesão, passei meu perfume pra te excitar…

Fiquei conversando com o cara sobre quanto eu era maravilhosa, até que as minhas amigas chegaram. a conversa que seguiu foi mais ou menos essa:

-oi, tô aqui falando com esse cara, mas ele não quer me pegar.

-então saia de perto dele.

-verdade.

Eu deixei o moço falando sozinho. Ele correu atrás de mim, sorriu e falou “eu não podia te deixar ir embora assim….” e me deu uma bala sete belo.

Anúncios

2 respostas em “o dia que não peguei um cara em um bloco de pré-carnaval

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s